Delinquente Wines, o sul da Itália na Austrália

0
268
Foto – Divulgação

“Pequenos lotes, vinhedos únicos, feito a mão” assim define Greg Grigorou o projeto Delinquente. Greg nasceu e cresceu na região de Riverland, South Australia, próximo ao Rio Murray. Sua família trabalha com vinhos desde que desembarcaram na região como imigrantes nos anos 50. Seu avô e seu pai dirigiram grandes produtores na região, e ele cresceu neste ambiente. Ele disse que trabalhar com vinho nunca foi um desejo dele, que estudou marketing e foi trabalhar em uma agência de publicidade em Melbourne, passando um tempo longe de casa. Foi em Melbourne que ele passou a consumir e a apreciar bons vinhos. Riverland é uma região muito conhecida pela produção de vinhos em larga escala, os “bulk wines”, com maior foco na quantidade do que na qualidade. Ele então resolveu voltar pra casa e mostrar que é possível fazer vinhos de muita qualidade em sua terra natal. Assim, aos 25 anos, ele criou a “Delinquente Wine Co”, uma empresa totalmente baseada no seu ponto de vista de consumidor, com o objetivo de produzir “vinhos que ele gosta de beber”. O nome “Delinquente” vem do Italiano, e remete a sua vontade de sair do convencional, quebrar regras e “produzir bons vinhos de uvas que ninguém conhece, em um lugar em que ninguém nunca ouviu falar”. Greg escolheu trabalhar com variedades do Sul da Itália, que melhor se adaptam ao clima mediterrâneo quente e seco de Riverland, as quais ele cultiva de maneira orgânica. Seus vinhos são artesanais, de pequenos lotes, com o mínimo de intervenção, fermentados com leveduras selvagens.

Rótulos que contam histórias

Greg convidou seu amigo e artista local Jason Koen (aka Ankles) para criar seus rótulos, e personagens que representam a personalidade de seus vinhos e que contam histórias. “Jason é o maior delinquente que eu conheço”, ele diz. Os rótulos são do artista e amigo Jason Koen, conhecido como Ankles.

Foto – DIvulgação

Quem traz?

Os vinhos Delinquente são importados para o Brasil pela pequena Wines 4U do também australiano Andrew Crawfor que faz um trabalho de curadoria trazendo vinhos artesanais de pequenas produções lotes, comprados diretamente de pequenos e apaixonados produtores. Vinhos que (ainda) não são famosos, mas de qualidade igual ou até superior à de vinhos famosos. Produzidos da maneira mais natural e orgânica possível na vinha e durante a vinificação, vinhos à frente de uma revolução em qualidade e sustentabilidade.

Foto – Divulgação

Tuff Nutt – Bianco d´Alessano Pet Nat, 2020

Bianco d´Alessano é uma variedade incomum da Puglia, no sul da Itália, tendo o vinhedo Loxton como o unico na Austrália a plantar esta uva. Fermentado em aço inoxidável com leveduras selvagens, a garrafa é vedada com tampa coroa para finalizar a fermentação, resultando em um Petillant Naturel levemente espumante.
O nariz é limpo, com cítricos exuberantes e aromas de panificação, que lembram croissant. Tem uma paleta de aromas frescos, que remetem a lichia, melão e abacaxi. Harmoniza com um dia de picnic no parque, e ostras com limão.

Onde comprar – https://www.wines4u.com.br/produtores/delinquente/tuff-nutt-bianco-d-alessano-pet-nat-2020-delinquente.html

Weeping Juan – Pink Pet Nat, 2020

Tem  90% da variedade Vermentino e 10% de Lagrein, cada variedade foi colhida e fermentada separadamente, e o blend final foi engarrafado pouco antes da Lagrein concluir sua fermentação, para criar um estilo de Petillant Naturel levemente espumante. Mais seco e com mais textura, remete aos aromas de morango e framboesa, com uma ponta cítrica. Para curtir em um clima mais quente.

Onde comprar – https://www.wines4u.com.br/produtores/delinquente/weeping-juan-pink-pet-nat-2020-delinquente.html

Screaming Betty – Vermentino, 2020

Tem na sua elaboração 100% da variedade Vermentino. Fermentação selvagem em aço inoxidável, a Vermentino passa 6 semanas com borras finas, mexidas duas vezes por semana, o que lhe confere uma bela textura. As condições quentes das primeiras temporadas significam que a Vermentino saiu muito cedo novamente, mas a idade cada vez maior das videiras significa que os sabores estão bem desenvolvidos e em camadas, enquanto a acidez está concentrada. Nesta safra encontramos cítricos, frutas de caroço mas é a acidez e o final longo que ele dá ao vinho que se destaca.

Onde comprar – https://www.wines4u.com.br/produtores/delinquente/screaming-betty-vermentino-2020-delinquente.html

Roko Il Vagabondo – Montepulciano, 2020

Montepulciano é uma variedade italiana que cria uma nova vida para si mesma nos solos antigos e ensolarados de Riverland. Colhida de dois lotes diferentes no vinhedo Bassham Family Organic, com cerca de 9 dias de intervalo, cada lote foi fermentado separadamente e misturado um pouco antes do engarrafamento.
Com frutas escuras e silvestres, acidez gritante e taninos rústicos, é um vinho corajoso, cheio de vida, amor e muitas histórias para contar. A casca grossa proporciona uma adorável cor púrpura escura, enquanto o nariz dá uma sensação de poder e intensidade, o paladar abre com um adorável caráter frutado de frutas, como uma cesta de frutas vermelhas recém colhidas. Massa, pizza, churrasco, sal e vinagre seja o que for, é um vinho para todas as estações.

Onde compar – https://www.wines4u.com.br/produtores/delinquente/roko-il-vagabondo-montepulciano-2020-delinquente.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here