Diageo traz a final mundial do World Class para o Brasil

0
465

A Diageo anunciou que o Rio de Janeiro foi escolhido como a cidade sede da final mundial do World Class 2012, maior concurso de coquetelaria do mundo. Desenvolvido pela Diageo Reserve, divisão de luxo da companhia que é líder na produção de bebidas alcoólicas premium, o programa tem dois focos principais: desenvolver a cultura da coquetelaria, capacitando e inspirando a criatividade dos bartenders e impulsionar o segmento de bebidas premium.

No cenário mundial, os países emergentes assumiram a liderança na performance do segmento de luxo para a Diageo.  No ano passado, as vendas líquidas dessa divisão cresceram 18% e o lucro operacional teve um aumento de 23% no mundo. Esses mercados agora respondem por quase 40% do negócio da companhia, e o Brasil ocupa um papel de destaque: o mercado brasileiro é o segundo no ranking mundial das vodcas premium Ciroc e Ketel One.

Considerado o Oscar da coquetelaria, o World Class impacta diretamente nas vendas On Trade, locais para consumo imediato, como bares, hotéis, restaurantes,  ao elevar a qualidade da categoria de bartenders, oferecendo treinamento, palestras e networking internacional com os principais profissionais do mundo. Todas as cidades que receberam a final do concurso desde a primeira edição, em 2009, – Londres, Atenas e Nova Déli – registraram um aumento significativo nas vendas de produtos Reserve. A Índia, por exemplo, sede da final em 2011, obteve um crescimento de 141%.

Outro ponto importante é o impacto que o programa traz para a qualidade de atendimento e serviço em bares, restaurantes e casas noturnas, impactando diretamente no turismo.

Na primeira edição do concurso, a final foi disputada em Londres, Inglaterra, com 16 países participantes. No Rio quarta edição do World Class terá a participação de mais de 10 mil bartenders de cerca de 50 mercados.  Durante a disputa final da competição entre os cerca de 50 países participantes, do dia 9 a 14 de julho, no Rio de Janeiro, o concurso envolverá 700 pessoas e a criação de mais de 18 mil drinques.  Alguns dos mais renomados e respeitados nomes da coquetelaria, como Salvatore Calabrese, Dale de Groff e Peter Dorelli, farão parte do júri na final mundial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here