Drinks clássicos e ótima comida no ROSSO CUCINA em Pinheiros

0
1018
Drinks clássicos e ótima comida no ROSSO CUCINA em Pinheiros
Drinks clássicos estão no cardápio do Rosso Cucina

Quando a pandemia tomou forma no Brasil e os negócios foram obrigados a fechar as portas por tempo indeterminado, Mario Rosso só tinha um pensamento: este seria o fim de suas cozinhas. Felizmente, dois anos depois, ele mostra que não só continua firme e forte, como também aumentou um bocado o seu negócio. Somou ao grupo Rosso, o comando de mais duas unidades da hamburgueria, de uma cozinha de produção e do novíssimo Rosso Cucina.

Basil smash (gin bull dog, limão siciliano, manjericão, xarope de açúcar.) – R$ 49 e Corpse reviver (gin bull dog, lillet blanc , cointreau, limão e absinto.) – R$ 52

Ao contrário de todos os outros restaurantes do Cozinheiro e empreendedor, o Rosso Cucina não está localizado na Zona Leste, mas sim no descolado bairro de Pinheiros. “Recebi uma proposta para abrir aqui, analisei a oportunidade e percebi que era possível”, conta Mario, que criou um conceito especial para a nova casa. “É um projeto totalmente diferente de tudo o que eu já fiz. É um restaurante e um bar, que tem um terraço no piso superior, um dos salões com teto retrátil no andar inferior.”

Croqueta de Pastrami
(croqueta de pastrami, maionese, molho diavóla e grana padano.) – R$ 34

O ar casual também está presente no menu, que traz ingredientes de pequenos produtores transformados em deliciosos pratos. Espere, claro, por massas com molhos clássicos da cozinha italiana, como alla carbonara ou cacio & pepe, mas também por petiscos, lanches e pizzas assadas no forno a lenha.

Vitello tonato
(lagarto, maionese de anchovas, alcaparraz e pão assado na hora – R$ 49

“Nossa cozinha é livre e versátil. Atende casais, famílias com crianças e os executivos da região”, explica Mario. “Entre os destaques do menu está o gnnocho frito, um aperitivo feito com a massa da pizza frita ao invés de assada. A massa infla e, então, a gente finaliza com uma cobertura.”

Gnhocco frito mortadela
(massa frita, rucúla, agrião, grana padano, mortadela pistache, ricota fresca, raspa de limao siciliano e redução de balsâmico.) – R$ 69

Se no térreo o coração é o forno a lenha e as receitas italianas, no andar de cima o protagonista é o bar especializado em coquetelaria clássica. “Fizemos uma sacada para que as pessoas possam beber ao ar livre. A ideia é que, assim como na Itália, os clientes saiam do trabalho, venham aqui para beber um ou dois aperitivos, comam um petisco e, então, voltem para casa.”

Cotoleta
(cotoleta milanesa, grana padano, mix de folhas, redução de balsâmico e lascas de grana padano) – R$ 76

Negroni é uma das paixões de Mario Rosso e não pode ficar de fora da carta, assim como suas diferentes versões e outros drinques feitos com Campari e Aperol, almas da happy hour italiana. Inclusive, a proposta é que as refeições mais longas sejam feitas no andar inferior, enquanto os petiscos e os drinques sejam consumidos no andar superior, que também funcionará até mais tarde.

Carbonara
(pasta seca tubular, guanciale do chef, gema de ovo, pecorino romano.) – R$ 74

Em um futuro próximo, a casa terá menu executivo no almoço, com as receitas amadas pela maioria das pessoas, como o parmegiana que, embora não seja um prato italiano, tem muitos fãs em solo verde-amarelo.

Tiramissu
(clássica sobremesa italiana) – R$ 34

Ambiente para ficar à vontade

Não é só a região ou o cardápio que são moderninhos e descolados. O ambiente acompanha o conceito da casa, com pegada industrial, tijolos a mostra e paredes descascadas. “Mostrei para o arquiteto a nossa essência, a nossa origem e onde queremos estar no futuro e ele colocou tudo isso neste projeto”, conta Mario que, com sua expertise em restaurantes, ficou atento a todos os possíveis gargalos que poderiam prejudicar a boa circulação e funcionamento da casa.

Rosso Cucina em Pinheiros

O restauranter

Com muitos anos de experiência profissional e alguns de gastronomia, Mario Rosso se dividiu por um tempo entre a cozinha e o trabalho em empresas, inclusive sendo gestor do Grupo Silvio Santos. Nesse meio tempo ele cozinhava em casa, fazia alguns eventos e alimentava o sonho de viver da cozinha.

Mas foi quando abriu a primeira Rosso Burger que ele decidiu seguir de vez a carreira na gastronomia, apostando na Zona Leste como berço de seus restaurantes. Então, veio a Osteria del Rosso, com receitas italianas, preço acessível e valorização dos pequenos produtores. Mas foi entre 2020 e 2022 que ele viu seu negócio expandir ao abrir mais duas unidades da hamburgueria, uma cozinha central e inaugurar o Rosso Cucina, em Pinheiros.

ROSSO CUCINA – Rua Simão Álvares, 31, Pinheiros   –  Tel. 11 3037-7304

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here