Paladar – Cozinha do Brasil 2011 – Domingo 31/07

2
683

O terceiro e ultimo dia do evento Paladar Cozinha do Brasil começou com um passeio pelo Brasil usando a uva Cabernet Sauvignon como veículo. O enófilo José Luiz Pagliari conduziu uma degustação com oito vinhos desta uva que surgiu do cruzamento da Cabernet Franc com a Sauvignon Blanc e atualmente é a variedade mais produzida no mundo.

Os vinhos degustados seguiram o roteiro norte sul

  1. Rio Sol Winemakers Selection 2008 – Vale do São Francisco – Pernambuco
  2. Dezem Atmo Cabernet Sauvignon2005  – Toledo –  Paraná
  3. Nubio Cabernet Sauvignon 2006 – São Joaquim – Santa Catarina
  4. Antonio Dias Cabernet Sauvignon 2008 – Três Palmeiras (Alto Uruguai) – RS
  5. Don Laurindo Cabernet Sauvignon 2007 – Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves) – RS
  6. Velho Amâncio Reserva Cabernet Sauvignon 2005 – Itaara (Santa Maria) – RS
  7. Lidio Carraro Cabernet Sauvignon 2005 – Encruzilhada do Sul (Serra do Sudeste) – RS
  8. Quinta do Seival Cab. Sauvignon 2008 – Candiota (Campanha Gaúcha) – RS

Cervejas produzidas por mulheres? Sim esta foi a apresentação do especialista em cervejas Roberto Fonseca que com seis rótulos de cervejas feitas exclusivamente por mãos femininas,  mostrou que este universo tem a participação cada vez maior das mulheres e que bebidas produzidas por elas não são novidade.  É uma volta ao passado onde historicamente, a bebida fermentada tinha sua
produção ligada às mulheres desde o seu surgimento na Mesopotâmia.

As cervejas degustadas foram a

  1. Weiss – Produzida pela confraria feminina Maltemoiselles
  2. Othomania – uma Brown Ale produzida em Pompeia por Estela Patrocinio
  3. Dona Matilde – uma stout de Itatiba
  4. Dedo de Moça – uma Americam Amber Ale com Pimenta dedo de moça produzida pelo grupo Female Carioca
  5. Lady Flowers – Uma Belgian Strong Golden Ale com 7,3% produzida por Carina Garrido em Florianópolis
  6. Tormeta – uma India Black Ale com 7,4% produzida por Nivea Fernandes em Piraquara – PR

Os destaques da degustação foram a Dedo de Moça e a Tormenta pelos estilos diferenciados e qualidade.

Para finalizar o Sommelier Manuel Beato e o o Cachacier Mauricio Maia conduziram uma degustação de Cachaças e queijos. As
cachaças degustadas foram:

– Thiago Lopez – Cachaça branca produzida em Sucupira do Norte com 50%

– Serra das Almas – Rio de Contas – Bahia – passa 3 anos de envelhecimento em Garapeira

-Reserva do Gerente – Guarapari – Espírito Santo – 12 meses em carvalho

-Armazem Vieira – Florianopolis – Santa Catarina – 6 anos em Araribá e Grápia

-Weber Hauss – Ivoti – Rio Grande do Sul – 2 anos em Carvalho e Cabreuva.

Os queijos servidos foram o Brie, Gorgonzola, Emental, Feta e Cobocó.

2 COMENTÁRIOS

  1. GOSTARIAM QUE ME INFORMASSE QUEM É O PRODUTOR DESSA CACHAÇA THIAGO LOPEZ, POIS COLOCARAM AÍ QUE ELA É FABRICADA EM SUCUPIRA DO NORTE E ESTA É UMA CIDADE DO ESTADO DO MARANHÃO E LÁ NINGUEM CONHECE ESSSA CACHAÇA ROTULADA COMO APARECE NA MATÉRIA ACIMA.

    • Prezado Antonio

      Lamento não ter esta informação. Apenas escrevi o texto com a lista das cachaças que foram degustadas.
      Sugiro que entre em contato direto com o pessoal do Jornal O Estado de São Paulo caderno Paladar ou com o palestrante Mauricio Maia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here