Tem cerveja no Bolicho

0
1073


Você sabe o que é Bolicho? O bolicho, em alguns casos chamado boliche  é cenário frequente de textos da literatura regionalista gaúcha. Autores como Simões Lopes Neto e Érico Veríssimo ambientaram nesses espaços passagens marcantes de contos e romances. O estabelecimento comercial, misto de bar e armazém, também aparece com frequência em músicas tradicionalistas.
A popularidade não é fruto do acaso. O bolicho nasceu associado ao tropeirismo. O gaúcho das regiões campeiras tinha os bolichos como pontos de parada de descanso durante as longas cavalgadas até o interior de São Paulo, para onde eram guiados rebanhos de gado de corte criados no interior do Rio Grande do Sul. Além de abastecer com itens trazidos de outras regiões, os peões aproveitavam as paradas para conversar, churrasquear, tocar violão e beber. Nas músicas tradicionalistas, o bolicho é o lugar onde o viajante apea do cavalo e enche o copo para esquecer as prendas pelas quais se apaixonou ao longo do caminho.
A urbanização do País, a abertura de estradas e o avanço dos meios de transporte de cargas mudou a realidade do tropeirismo e dos bolichos. Hoje a palavra é usada  também como referência aos bares tradicionais e até minimercados.
Para manter acesa a chama da tradição gaúcha, a Schin, cerveja oficial do Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, recria um importante símbolo da história do povo gaúcho: o bolicho. Além disso, Schin volta a homenagear o povo gaúcho com uma lata comemorativa, decorada com imagem do fotógrafo Eduardo Rocha, retratando o cotidiano do homem do campo.
No Acampamento Farroupilha deste ano, o Bolicho Schin será visualmente semelhante aos piquetes que remetem às histórias das campereadas gaúchas e deve ser ponto de encontro e convivência do público que comparecer aos festejos que ocorrem até 20 de setembro no Rio Grande do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here