Um grego chamado Mytho

0
948
Olho Grego – Ouzo, licor curaçao blue, suco de limão, espuma de gengibre – Foto – Cesar Adames

Todo mundo sabe que São Paulo tem uma infinidade de restaurantes de diferentes nacionalidades. Alguns em grande quantidade como os italianos e japoneses e outros que dá para contar nos dedos de uma mão como a gastronomia grega.

Semana passada fui conhecer o Mytho Restobar na Vila Nova Conceição. O cardápio tem receitas tradicionais da culinária helênica em versões repaginadas, sempre com uma história por trás de sua concepção. A salada Perséfone, por exemplo, remete à deusa que vivia durante a primavera e o verão na Terra e o restante no mundo dos mortos: as azeitonas e os pepinos são uma referência à abundância da primavera, enquanto o iogurte e as anchovas são conservas que têm mais a ver com a escassez do outono e do inverno.

Kraken – Tentáculos de polvo grelhado servidos com vinagrete de fava e páprica defumada – Foto Cesar Adames

Para beliscar, o cardápio oferece tentadores petiscos, como os bolinhos Pan (de carne de cordeiro com mostarda de cerveja e picles de cebola tostada), o polvo Kraken (grelhado e servido com vinagrete de favas e páprica defumada) e o Hydra, anéis de lula empanados e acompanhados de tzatziki (pepinos com iogurte, limão e dill). Como prato principal não dá pra ficar sem experimentar a Moussaká Mytho com creme de queijo de cabra e palha de batata doce – (R$ 55).

Moussaká Mytho com creme de queijo de cabra e palha de batata doce – Foto – Cesar Adames

O grande diferencial na carta de drinks é a presença do Ouzo, bebida grega a base de Anis que aparece em três drinks, Kyllini – Ouzo, iogurte grego, limoncello, cardamomo, mel e hortelã (R$ 32), Tási – Ouzo, curaçau blue, suco de limão siciliano, xarope de açúcar e gengibre (R$ 35) ou o Olho Grego – Ouzo, licor curaçao blue, suco de limão, espuma de gengibre (R$ 32).  Além deles cinco opções de gim-tônicas (como o aromático Kimera, que é incrementado com capim santo, anis estrelado e cardamomo), sangrias e clericots em jarra e outros coquetéis, como o Cadis, que mistura vodca, espumante, licor de pêssego, suco de melancia e folhas de hortelã.

O chef de bar Gilvan Alves e o Kyllini – Ouzo, iogurte grego, limoncello, cardamomo, mel e hortelã – Foto – Cesar Adames

Na hora da sobremesa, o Ares (um bolo de especiarias servido com calda de hidromel) e o Afrodite, um pudim de iogurte acompanhado de algodão doce de gengibre, fazem sucesso.

Tási – Ouzo, curaçau blue, suco de limão siciliano, xarope de açúcar e gengibre – Foto – Cesar Adames

Entre os horários do almoço e do jantar, o bar da casa permanece aberto servindo vinhos, drinques etílicos e sem álcool e petiscos, como o trio de gyros Tritão (wraps de pita bread recheados de peixe, frango ou cordeiro com cebola, coentro e hortelã).

Dupla de Brandys Gregos – Foto – Cesar Adames

Mytho Restobar – Rua Diogo Jácome, 591, Vila Nova Conceição – São Paulo, SP
Fone: (11) 2368-1788

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here